TASS

Assim como a União Soviética era, nominalmente, uma união indissolúvel das 15 repúblicas socialistas que a compunham, a TASS (sigla em russo para “agência telegráfica da União Soviética”) foi criada para ser a “agência das agências” de todas as repúblicas, reunindo os órgãos do Partido Comunista em cada uma. Na prática, porém, sempre foi um órgão centralizado submetido ao Comitê Central, ao Kremlin e à autoridade de Moscou. Com o fim da URSS, em 1991, a agência mudou de nome para ITAR-TASS mas voltou ao original em 2014, mantendo a referência ao extinto país. Por boa parte de sua existência, dividiu as funções com a Novósti, agência do governo (enquanto a TASS era do Partido, ainda que para os soviéticos as duas instâncias fossem sobrepostas), até a extinção desta última, no mesmo ano de 2014. Atualmente, a TASS é a principal agência da Rússia e da antiga esfera de influência soviética, mantendo presença forte no Leste Europeu, no Cáucaso e na Ásia Central. Continuar lendo “TASS”