Busca

Agências de Notícias

blog sobre agências de notícias e temas relacionados

Tag

Facebook

Mídias sociais são desafio para agências da África

As agências de notícias africanas precisam adotar as mídias sociais em suas rotinas de produção sem sacrificar a credibilidade e a qualidade dos serviços que prestam, aconselharam especialistas participantes do I Fórum de Diretores de Redação de agências de notícias, iniciado em em Rabat, capital do Marrocos, nesta quarta-feira (17/10). Continuar lendo “Mídias sociais são desafio para agências da África”

Agências não precisam ter medo das mídias sociais, garantem líderes do setor em cúpula na Rússia

O modelo de negócio das agências de notícias não está ameaçado pela expansão das mídias sociais, mas estas podem ser uma ferramenta útil para as empresas de distribuição de conteúdo jornalístico, garantiram executivos das principais representantes do setor em um evento na Rússia nesta sexta-feira (25/5). Continuar lendo “Agências não precisam ter medo das mídias sociais, garantem líderes do setor em cúpula na Rússia”

VÍDEO: Agências africanas discutem inserção nas redes sociais

Boletim da semana: 5 a 11 de fevereiro de 2017

Enquanto os anglo-americanos ficam histéricos enxergando ameaças de “hackers russos” por todos os lados, a TASS, maior agência russa, participa de um forum de cibersegurança preocupado com o poder exagerado da Google e do Facebook. A agência da Noruega inova ao trocar seu software de gestão de conteúdo por um sistema de código aberto. E a Bloomberg explica como usar a inovação digital para ganhar mais dinheiro. Essas e outras notas estão no nosso boletim da semana.
Continuar lendo “Boletim da semana: 5 a 11 de fevereiro de 2017”

Anadolu sustenta cobertura do golpe frustrado na Turquia

É comum, na lógica dos golpes militares, ocupar emissoras de rádio e de TV como parte da tática de surpreender o inimigo e controlar as informações veiculadas com rapidez, inclusive para disseminar manifestos e transmitir à opinião pública a aparência de game over, de que já se tomou o controle de tudo e de que é inútil resistir. Os militares que tentaram derrubar o governo da Turquia na última sexta-feira, 15 de julho, seguiram o script: ocuparam a TRT, radiotelevisão pública do país, o Kanal D, privado, e a redação do jornal Hürriyet, além de tentarem invadir a redação da CNN Türk, de onde acabaram expulsos à força pelos jornalistas e técnicos. Continuar lendo “Anadolu sustenta cobertura do golpe frustrado na Turquia”

Amaq: a agência de notícias do Estado Islâmico

A confirmação da identidade do assassino que matou 50 pessoas e feriu outras 53 numa boate gay de Orlando, nos EUA, chegou à imprensa por uma fonte já conhecida: a agência de notícias Amaq.

Por meio dela, os veículos de comunicação norte-americanos e de outros países ficaram sabendo que Omar Mateen, de 30 anos, nascido em Nova York de pais afegãos, era de fato militante do Estado Islâmico, como havia declarado por telefone ao serviço de emergência 911, na Flórida, pouco antes de cometer o massacre na boate Pulse. Continuar lendo “Amaq: a agência de notícias do Estado Islâmico”

Google financia projetos de inovação digital de agências: parceira ou concorrente?

A Google entrou de vez no mercado de distribuição de notícias, associando-se a grandes agências e incubadoras de empresas para desenvolver soluções de mercado para o jornalismo no ambiente digital. Por meio da Google Digital News Initiative, a gigante norte-americana assinou esta semana algumas parcerias e abriu linhas de financiamento até 2019 para projetos específicos que envolvem agências de notícias, inclusive de grande porte como AFP e EFE. Continuar lendo “Google financia projetos de inovação digital de agências: parceira ou concorrente?”

Agência Belga mira em clientela fora da mídia para não concorrer com redes sociais

A Belga, maior agência de notícias da Bélgica, começou o ano com diretoria nova e estratégia de mercado diferente. O novo presidente da empresa, Patrick Lacroix, estabeleceu como prioridade resgatar a credibilidade do serviço informativo e apostar mais em clientes não-mídia e órgãos estatais – embora jornais e emissoras sejam acionários da empresa. Continuar lendo “Agência Belga mira em clientela fora da mídia para não concorrer com redes sociais”

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑