Os jornalistas birmaneses Wa Lone e Kyaw Soe Oo, repórteres da agência Reuters na Birmânia que estavam presos desde o final de 2017, foram libertados hoje (7/5) em Rangum, capital do país asiático, segundo a própria empresa. Eles receberam um perdão do presidente do país, Win Myint, do partido Liga Nacional pela Democracia, o mesmo da dissidente Aung San Suu Kyi, ganhadora do Nobel da Paz. Continuar lendo “Jornalistas da Reuters são libertados na Birmânia”