Busca

Agências de Notícias

blog sobre agências de notícias e temas relacionados

Categoria

Opinião e Análise

O jornalismo de agências na Grécia: 10 anos de AMNA

Parece que tudo começa na Grécia: a filosofia, a política, a poesia, o esporte, o vinho, até a comunicação, com a Retórica de Aristóteles. Embora esta abordagem tenha muito de eurocentrismo, não há como negar que o país das mil ilhas do Mediterrâneo Oriental foi pioneiro em muitos dos valores culturais que se tornaram canônicos no mundo moderno. Com agências de notícias, porém, a história é um pouco diferente: embora o setor seja antigo na Grécia, foi apenas dez anos atrás, comemorados hoje (9/12), que a atual agência de notícias nacional grega, AMNA, se unificou e assumiu a forma institucional que tem. Continuar lendo “O jornalismo de agências na Grécia: 10 anos de AMNA”

Anúncios

Jornalismo de agências na África

Neste Dia da Consciência Negra (20/11), o blog Agências de Notícias aproveita para tratar um pouco do jornalismo de agências na África Subsaariana (excluindo o norte africano, de influência árabe), que não é tão lembrado na bibliografia e nos estudos do tema em comparação a outros continentes. Parte deste post foi extraída da tese “Agências de Notícias do Sul Global“, que pode ser lida na íntegra neste link.

Continuar lendo “Jornalismo de agências na África”

Bolsonaro ameaça extinguir Agência Brasil

O presidente eleito do Brasil, o deputado fascista Jair Bolsonaro (PSL-RJ), insinuou em entrevistas no dias seguintes à eleição, esta semana, que pode extinguir a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) — e, com ela, os serviços informativos sob sua guarida, como a Agência Brasil e a Radioagência Nacional. Continuar lendo “Bolsonaro ameaça extinguir Agência Brasil”

Agencia Americana Telegraphica, a primeira agência de notícias do Brasil e da América Latina

(Pedro Aguiar)

Qual foi a primeira agência de notícias do Brasil? Fernando Morais, em sua biografia de Assis Chateaubriand, a ANJ e o Itaú dizem que foi a Meridional, dos Diários Associados, criada em 1931. A ABN (Agência Brasileira de Notícias), fundada em 1924, arroga para si o título em seu perfil no Facebook. Os biógrafos de Cásper Libero e vários dos autores paulistas afirmam que foi a Agência Americana, que teria sido fundada por ele e Raul Pederneiras em 1913 em São Paulo (mas na verdade foi por Olavo Bilac em 1909 no Rio de Janeiro).

Nenhum deles está certo. Continuar lendo “Agencia Americana Telegraphica, a primeira agência de notícias do Brasil e da América Latina”

Agência Americana: quando poetas fizeram jornalismo de agências no Brasil

(Pedro Aguiar)

Às vezes apontada como “a primeira agência de notícias do Brasil”, a Agência Americana (AA) é um episódio quase esquecido na história do jornalismo brasileiro, apesar de ter envolvido grandes nomes da profissão e de ter deixado um legado para o setor da comunicação. Fruto das iniciativas de Olavo Bilac, Martins Fontes, Raul Pederneiras e outros escritores, poetas, jornalistas e intelectuais da República Velha, a AA teve uma história de altos e baixos mas chegou a ser, por algum tempo, a única agência de notícias no país e a que primeiro introduziu alguns cânones do jornalismo de agências para a imprensa nacional. Continuar lendo “Agência Americana: quando poetas fizeram jornalismo de agências no Brasil”

Bastidores do fotojornalismo da Reuters no Brasil

(colaboração de Cláudia Rodrigues)

A foto de um menino de 8 anos, dentro da água, fascinado com a queima de fogos no Réveillon da Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, autoria do fotógrafo Lucas Landau, stringer da agência Reuters, transformou-se em fenômeno de viralização nas redes sociais nas primeiras horas de 2018 (foto do alto). A imagem, focalizada em milhares de postagens e comentada em matérias nacionais, internacionais e artigos, foi publicada originalmente por Landau, em seu Instagram – com novo recorte e sem cores – e fez seu número de seguidores multiplicar de 7 mil para 30 mil em três dias. Continuar lendo “Bastidores do fotojornalismo da Reuters no Brasil”

Meridional: a agência de notícias que integrou o Brasil

(Pedro Aguiar)

O empresário de mídia paraibano Assis Chateaubriand (1892-1968) foi uma figura complicada. Era ao mesmo tempo conservador na política e modernizador na economia, liberal na ideologia mas afeito a autoritarismos, amigo do capital internacional mas promotor da cultura nacional e apegado às raízes da identidade brasileira. Os nomes que escolheu para suas empresas refletem justamente esse sentimento de brasilidade: Tupi, para as redes de rádio e TV; a revista O Cruzeiro, por causa da constelação que só pode ser vista do hemisfério sul; e o adjetivo próprio desse mesmo sul para sua agência de notícias: a Meridional. Continuar lendo “Meridional: a agência de notícias que integrou o Brasil”

Agência do Canadá faz 100 anos

A agência de notícias nacional do Canadá completou 100 anos nesta sexta-feira (1º/9), comemorando uma história de conquistas e feitos relevantes, mas discretos. Assim como os canadenses têm duas línguas, a agência tem dois nomes: The Canadian Press (CP ou CanP) ou La Presse Canadienne (PC), usados indistintamente com valor oficial. E a agência do grande e gélido norte tem muita história pra contar. Continuar lendo “Agência do Canadá faz 100 anos”

A primeira agência de notícias do mundo foi mexicana?

A narrativa dominante sobre a origem das agências de notícias atribui o feito ao francês Charles-Louis Havas, que em 1832 abriu em Paris um escritório de tradução de jornais de outras línguas para francês (Agence des Feuilles Politiques et Correspondance Générale) e três anos depois, em 22 de outubro de 1835, transformou-o na Agência Havas, batizada com seu sobrenome. Essa teria sido, segundo a maioria das fontes, a primeira agência de notícias do mundo e da História.

Mas… e se essa não for toda a história?

Continuar lendo “A primeira agência de notícias do mundo foi mexicana?”

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑