As agências de notícias têm um papel central na recuperação da soberania da informação, disse o presidente da Federação Atlântica de Agências de Notícias Africanas (FAAPA), Khalil Hachimi Idrissi, nesta terça-feira (20/11) em Brazzaville, capital do Congo.

Idrissi, que também é diretor-geral da agência marroquina MAP (Maghreb Arabe-Presse), está na cidade para a VI Reunião do Conselho Executivo da FAAPA. Ele deu uma palestra sobre o tema “Agências de Notícias e Desenvolvimento Multissetorial dos Estados”.

“A velocidade da informação se acelerou devido ao desenvolvimento de meios tecnológicos. A informação tornou-se uma mercadoria altamente disponível e muito escassa ao mesmo tempo, pois metade ou um terço das informações é falsa”, enfatizou Idrissi.

Segundo o gestor da MAP, a informação “escapa à soberania do Estado” por causa do imediatismo, da aceleração da velocidade de sua difusão devido ao desenvolvimento de meios tecnológicos. Para ele, falsidades agora têm mais sucesso do que informações de qualidade porque geram mais renda nas redes.

“Hoje, há realmente uma maneira de recuperar o espaço de informações de qualidade, dando a uma agência de notícias o lugar natural que deveria ter em seu ambiente”, enfatizou o presidente da FAAPA.

As agências de notícias são estruturas profissionais que têm um código de ética e redes e podem efetivamente contribuir para a restauração da soberania nacional no campo da informação, disse Idrissi. Ele pediu às autoridades dos países africanos que apoiem as agências de notícias e deem-lhes verbas para desenvolver suas atividades e treinar recursos humanos.

Além disso, ele lembrou o lugar que a FAAPA ocupa agora no cenário africano, até mesmo internacional, que foi progressivamente consolidado ano após ano desde sua criação em 14 de outubro de 2014 em Casablanca, observando que a Federação continua suas múltiplas atividades e ações intenso processo de desenvolvimento e inovação.

A reunião da FAAPA foi marcada pela exibição de um filme institucional sobre a entidade, que relata as atividades desta instituição e as conquistas alcançadas desde sua criação, há quatro anos. A FAAPA promove a reabilitação de agências de notícias na África Ocidental, em termos de recursos humanos, materiais e tecnológicos.

[fonte: http://www.mapnews.ma/en/top-news/general/brazzaville-news-agencies-have-central-role-regaining-information-sovereignty-faapa]

Anúncios