Funcionários da Agence France-Presse (AFP) cruzaram os braços na quinta-feira (18/10) e se reuniram em assembleia para exigir que seja retirado um projeto de fechamento de 125 postos de trabalho na empresa, anunciado há duas semanas pelo novo diretor-presidente, Fabrice Fries.

É a segunda vez em que os sindicatos que representam jornalistas e técnicos da agência se manifestam este mês.

O plano de redução de custos operacionais apresentado por Fries pretende reduzir a folha de pagamento em 14 milhões de euros até 2023, por meio de demissões voluntárias não substituíveis.

Na quinta-feira, os funcionários da AFP paralisaram as operações da agência por três horas na França e em outros países, simultaneamente, para se reunir em assembleia, quando a proposta foi discutida. A paralisação teve forte adesão, segundo os dirigentes. Os representantes dos sindicatos de todas as categorias da agência reiteraram sua oposição à demissão coletiva, alegando que ela impediria a agência de funcionar normalmente e continuar produzindo informações de qualidade.

Fries, eleito em abril deste ano para presidir a agência francesa, enfatiza a necessidade de cortar custos devido ao que chamou de “impasse financeiro” que a AFP estaria enfrentando. Na terça (16/10), em audiência na Assembléia Nacional (parlamento francês), Fries disse estar “aberto à discussão” com os sindicatos.

“A negociação social é imperativa para a recuperação da AFP”, disse ele em entrevista ao jornal Les Echos, chamando novamente “uma discussão aberta sobre os termos deste plano”.

Os dirigentes sindicais explicaram que se recusaram a negociar com a gestão da AFP, que se teria mantido irredutível na proposta, sem apresentar plano alternativo. Eles pediram à administração da AFP que recorra ao Estado francês, que não tem pagado regularmente a agência por certos serviços prestados (chamados “missões de interesse público”).

Ainda não foi decidido se haverá novas mobilizações. Uma nova assembleia geral deve ser realizada no início de novembro.

[fonte: http://www.cbnews.fr/medias/afp-les-syndicats-reiterent-leur-demande-de-retrait-du-projet-de-suppression-de-125-postes-a1045739%5D

Anúncios