As agências Reuters e Bloomberg, as duas maiores fornecedoras de informações financeiras do mundo, perderam fatias de mercado em 2017 para outras empresas de menor porte, segundo uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira (22/3) pelo jornal britânico Financial Times.

De acordo com o levantamento, as duas gigantes de dados financeiros, apesar de continuarem dominantes, cresceram mais lentamente do que a média do mercado global no ano passado.

No geral, as despesas com dados, análises e notícias sobre o mercado financeiro cresceram 3,6% (atingindo a marca de US$ 28,5 bilhões) em 2017. Nesse movimento, algumas concorrentes menores que também fornecem dados financeiros, como a FactSet, aumentaram sua participação de mercado à custa da Bloomberg e da Reuters.

O FT afirma que os resultados sinalizam uma gradual mudança da indústria financeira global afastando-se dos caros terminais de desktop (como o da foto acima) que dominam o mercado desde a década de 1990, liderada por medidas dos bancos para cortar custos operacionais.

Anúncios