O líder da junta golpista instalada desde 2016 no Brasil, Michel Temer, concedeu uma entrevista exclusiva e pública ao vivo para a agência de notícias anglo-canadense Reuters neste momento em Nova York. A entrevista faz parte do programa “Reuters Newsmaker”, vendido pela agência em sua interface Reuters TV.

A entrevista foi transmitida ao vivo por streaming nos aplicativos da agência e pela web.

Temer falou sobre o encontro que teve com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre sua participação na 72ª Assembleia Geral da ONU, aberta ontem (19/9), sobre a entrega do patrimônio da Petrobras para empresas estrangeiras e sobre a guinada de posição do Brasil sobre a Venezuela, suspendendo a participação legítima do país no bloco econômico Mercosul.

A entrevista foi conduzida pelo editor-chefe da Reuters, o jornalista norte-americano Steve Adler, na frente de uma plateia de convidados. Temer falou em português e foi vertido para inglês por tradução simultânea. Ao final da arguição inicial, convidados e outros jornalistas presentes também puderam fazer perguntas.

TemerReuters2

Em maio, em Brasília, o líder golpista já tinha concedido uma exclusiva para a agência espanhola EFE, que publicou mentiras e deu canal para o discurso propagandístico do atual regime ilegítimo no Brasil.

A Reuters TV é uma plataforma inaugurada em 2015 e voltada especialmente para dispositivos móveis, para o público amplo. A versão em aplicativo é gratuita (para iOS e Android), mas o acesso à íntegra do serviço é pago. A Reuters TV é diferente da Reuters Television, que é o serviço de fornecimento de imagens de notícias, em alta resolução, para emissoras de televisão.

(publicado originalmente às 15h53; atualizado pela última vez às 16h41 de 20/9/2017)

Anúncios