Enquanto os anglo-americanos ficam histéricos enxergando ameaças de “hackers russos” por todos os lados, a TASS, maior agência russa, participa de um forum de cibersegurança preocupado com o poder exagerado da Google e do Facebook. A agência da Noruega inova ao trocar seu software de gestão de conteúdo por um sistema de código aberto. E a Bloomberg explica como usar a inovação digital para ganhar mais dinheiro. Essas e outras notas estão no nosso boletim da semana.

Agência da Noruega adota software de código aberto para gestão de conteúdo – A agência de notícias norueguesa NTB trocou o sistema de gerenciamento de conteúdo de sua redação, adotando o Superdesk, um software de código aberto. Segundo o blog da empresa que desenvolve o programa, a Sourcefabric, as vantagens do Superdesk são permitir flexibilidade para alterar os recursos do sistema (mexendo na programação para adaptar-se às demandas da agência), integrar a produção de textos e fotos, e funcionar em dispositivos móveis para permitir que repórteres na rua enviem matérias diretamente ao sistema, fora da redação. O editor-gerente da agência, Ole Kristian Bjellaanes, disse ao blog da empresa que, com o novo sistema, espera agilizar os fluxos de trabalho da redação (foto acima). Com uma equipe de 80 jornalistas, a NTB produz atualmente entre 200 e 300 matérias por dia. A NTB já é a segunda agência de grande porte a adotar o gerenciador de conteúdo: a australiana AAP já tinha feito o mesmo no ano passado. A Sourcefabric, que é sediada em Praga, na República Tcheca, afirma que o Superdesk “é um software de redação feito por jornalistas, para jornalistas”.

Como a Bloomberg inova em mídia e tecnologia para gerar oportunidades de receita – O gerente geral de distribuição global da agência Bloomberg, Josh Rucci, dará uma palestra em março para explicar como a gigante norte-americana de informações usa a inovação para aumentar suas oportunidades de receita. Uma parte da fala de Rucci, porém, já foi adiantada no blog da empresa. “Investimos em plataformas de conteúdo que permitem aos nossos clientes buscar, pré-visualizar e baixar nossos textos, fotos, vídeos e gráficos. Então, por exemplo, se um editor no Reino Unido está juntando material para uma pauta, procurando contextualizar uma matéria ou precisando de foto ou vídeo para aumentar o compartilhamento, pode buscar e dar preview no conteúdo em nossas plataformas.” A palestra fará parte da programação do DIS 2017 (Digital Innovators’ Summit, ou Cúpula de Inovação Digital), que ocorrerá entre 19 e 21 de março em Berlim, na Alemanha. Atualmente, um dos grandes desafios para a manutenção do modelo de negócio das agências de notícias é justamente a distribuição.

TASS foi a agência mais citada da Rússia em 2016 – A agência de notícias russa TASS foi a agência mais citada na mídia da Rússia ao longo do ano de 2016, segundo pesquisa independente. Não seria uma supresa, não fosse o fato de que o mercado de agências de notícias na Rússia é bastante diversificado. A TASS, que é estatal, concorre com outras agências públicas (Sputnik, antiga RIA-Novósti, Ruptly) e privadas (Interfaks, Prime, NSN, SovEcon, Mosinformburo, entre dezenas de outras). A TASS teve 169.837 citações, seguida da Novósti com 152.789, Interfaks com 94.125, Rambler News Service com 5.298 e NSN com 3.580. Os dados são da empresa Medialogia, que realiza rankings de citação anuais entre os 37 mil veículos de comunicação russos e cerca de 150 milhões de perfis em redes sociais. A medição leva em conta o número de links para outras fontes de informação na mídia e fontes de links compartilhados em mídias sociais. O ranking da Medialogia começou em 2012, mas só começou a incluir agências de notícias em outubro de 2015 – desde então, a TASS se mantém em primeiro lugar. A Medialogia pertence ao grupo IBS, um gigante da consultoria em TI, pertencente ao magnata Anatóli Karachinsky.

TASS vai participar de evento de cibersegurança – A TASS, aliás, anunciou esta semana que participará do Cyber Security Forum 2017, um dos maiores eventos sobre segurança cibernética na Rússia. Além da agência, estarão também representantes da Interfaks, RIA-Novósti, Rambler e da BBC na Rússia. O CSF 2017 faz parte do programa Safe Runet, pelo Dia Internacional da Internet Segura, celebrado desde 2004 em mais de 130 países. A editora-adjunta da TASS Daria Penchilova, supervisora das atividades online da agência, participará da mesa “Interesses dos usuários gigantes de Tecnologia da Informação”. No centro das discussões, está o impacto de “grandes corporações de TI” (como Google e Facebook) sobre a circulação da informação e à influência que exercem sobre o consumo de mídia, direcionando conteúdos, gostos e hábitos por meio de seus algoritmos. O evento acontece em meio a ondas de paranoia nos Estados Unidos e no Reino Unido sobre boatos de supostas “ameaças de hackers russos”.

anadolualmanaque2017

Anadolu lança almanaque de 2016 em inglês, turco e árabe – A agência de notícias turca Anadolu lançou esta semana o seu almanaque anual para 2017 (foto acima), em três idiomas – turco, inglês e árabe – incluindo textos de correspondentes da agência e informações de referência. O almanaque contém fatos, estatísticas e dados que abrangem pessoas-chave em eventos na Turquia e no mundo a partir de 2016. Inclui um quem-é-quem de personalidades da política, artes, economia, esporte, ciência e saúde, ilustrado com fotos capturadas pelos fotógrafos da Anadolu. O livro dedica uma parte especial à tentativa frustrada de golpe de Estado ocorrida no país em 15 de julho do ano passado. O almanaque estará à venda também em livrarias online, como a Amazon, por 50 liras turcas (US$ 12,95 ou R$ 40). Almanaques e anuários de “quem-é-quem” sempre foram um serviço paralelo muito comum editado por agências de notícias.

IRNA recebe visita de jornalistas da Bulgária – A agência de notícias do Irã, IRNA, recebeu uma delegação de jornalistas búlgaros no último dia 8/2 em Teerã, informou a agência iraniana. O grupo foi liderado pela presidente da Sociedade de Jornalistas da Bulgária, Snejana Togorova, que também chefia a agência de notícias Sofia Press. A IRNA (cujo nome é sigla em inglês para (Agência de Notícias da República Islâmica), já tinha fechado um acordo para intercâmbio de conteúdo com a BTA, a agência oficial da Bulgária, no ano passado. Segundo o diretor-adjunto da IRNA , Mohammad Khoddadi, as visitas reforçam as relações entre as mídias de ambos os países.

Anúncios