No boletim desta semana, as orientações da Reuters a seus jornalistas para lidar com a proibição contra entrada de muçulmanos nos EUA; um software contra notícias falsas desenvolvido pela agência da Áustria; a Agência Brasil divulga seus serviços em inglês e espanhol; um acordo entre a agência tcheca ČTK e a alemã DPA para trocar fotos; e os 40 anos do prédio-sede da TASS. Leia essas e outras notas no boletim do blog.

Reuters orienta repórteres muçulmanos a procurar chefia antes de viajarem aos EUA – A agência de notícias britânica Reuters distribuiu uma circular para seus jornalistas e outros funcionários com instruções sobre a proibição da entrada de muçulmanos de sete países nos EUA, decretada por Donald Trump. A mensagem orienta os profissionais com passaportes de Irã, Iraque, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen a procurar as respectivas chefias “antes de viajar dentro ou fora dos Estados Unidos” e põe a assessoria jurídica da Reuters à disposição dos contratados e prestadores de serviço. Segundo o editor-chefe da agência, Stephen Adler (foto acima), vários jornalistas da empresa estavam preocupados sobre como poderiam ser afetados pelas novas regras. Os jornalistas da Reuters também foram aconselhados a andar com os contatos dos advogados da agência. “Vamos continuar a monitorar qualquer evolução relacionada às novas regras e práticas e faremos tudo que pudermos para proteger sua segurança”, escreveu Adler aos funcionários.

APA desenvolve software para identificar notícias falsas – A agência de notícias austríaca APA está trabalhando em um “protótipo” de software para checar informações publicadas na internet e determinar quais têm maior probabilidade de serem falsas. Segundo a diretora-geral da APA, Karin Thiller, a ferramenta vai estimar tecnicamente a veracidade do conteúdo, com base nas fontes das matérias e por quem foram compartilhadas. “A verdade do conteúdo não pode ser checada pelo conteúdo em si com base técnica”, afirmou Thiller. “Isso seria lutar contra moinhos de vento. Você pode julgar fontes e fornecer informações básicas”. A APA estuda incluir cooperação com plataformas de checagem e desmentidos de notícias falsas, como o hoaxmap.org, da Alemanha. “Estamos longe de ter todo o conhecimento, mas perto da implementação”, disse a diretora.

abr-ingles-espanhol

Agência Brasil anuncia seus serviços em inglês e espanhol – A agência de notícias estatal brasileira, a Agência Brasil (ABr), finalmente está fazendo publicidade de seus serviços noticiosos em língua estrangeira: inglês e espanhol. Desde janeiro, a ABr fixou um post em sua conta no Twitter com os endereços das respectivas páginas (imagem acima). Embora já estejam em operação desde 2012, os dois serviços são pouco conhecidos não só do público em geral, mas inclusive de jornalistas – especialmente correspondentes internacionais aqui e outros no exterior que queiram informações oficiais para cobrir o Brasil. Já completando cinco anos de atividades, os serviços traduzem entre três e cinco notícias por dia, geralmente as mais relevantes, para cada uma das duas línguas. Os conteúdos da ABr podem ser acessados nestes links, em inglês e em espanhol.

ČTK e DPA fazem acordo para intercâmbio de fotos – As agências DPA (alemã) e ČTK (tcheca) fecharam um acordo no dia 1º/2 para compartilhar fotografias em seus serviços de imagens. Com o acordo, a ČTK poderá oferecer fotos da DPA para as imprensas tcheca e eslovaca. Em troca, a DPA incluirá fotos da ČTK em seu portfolio Fotoservis. As fotos da DPA no serviço da ČTK incluirão principalmente notícias urgentes da Alemanha. Até agora, o principal parceiro internacional da ČTK em fotojornalismo vinha sendo a agência norte-americana Associated Press (AP). Segundo a ČTK, o acordo visa atender a procura por imagens do noticiário internacional entre seus clientes. A DPA tem uma das maiores redes de correspondentes do mundo, com mais de 140 praças nos cinco continentes.

Press Association investe em concorrente do YouTube – A Press Association, segunda maior agência de notícias do Reino Unido (depois da Reuters), está investindo dinheiro na plataforma de vídeos Wochit, concorrente do YouTube. O Wochit (um trocadilho em inglês com a pronúncia de “assita a isso”) permite aos produtores de conteúdo, inclusive empresas de mídia, criar vídeos socialmente otimizados de forma rápida, econômica e em larga escala. A PA planeja publicar no Wochit vídeos de notícias, esportes e entretenimento, que serão adicionados a uma biblioteca de conteúdo livre de direitos, recurso que permite a derivação em novos vídeos sobre assuntos urgentes. O grupo PA vem diversificando seus negócios: em 2016, adquiriu 25% de participação numa assessoria especializada em automobilismo e comprou a Sticky Content, uma empresa de marketing digital e produção de conteúdo.

TASS Moscow_TASS_3542

Sede da TASS completa 40 anos – O edifício-sede da agência de notícias russa TASS completou 40 anos no dia 30 de janeiro. O prédio de nove andares, situado na esquina do Boulevard Tversky com a rua Bolshaya Nikitskaya, em Moscou, foi inaugurado em 1977. Na época, jornalistas da TASS participaram da construção, que durou menos de um ano. O edifício é facilmente identificável por suas enormes janelas de cantos arredondados (foto acima), que lembram o estilo dos CIEPs fluminenses. Originalmente, o projeto previa a construção de um arranha-céu de 26 andares com um letreiro luminoso gigantesco que passaria as últimmas notícias – mas a ideia acabou descartada por um plano mais humilde.

Diretora da Bloomberg é apontada como liderança emergente na mídia – A diretora de operações da agência Bloomberg, Jacki Kelley, foi apontada no dia 30 como uma das 12 mulheres mais influentes que estão moldando o futuro do setor da mídia, segundo O ranking Women to Watch é publicado todo ano pela revista Multichannel News e elenca mulheres serem observadas como lideranças emergentes. Kelley trabalha como diretora de operações (chief operating officer, ou COO) da agência de notícias financeira norte-americana desde 2014. Antes, trabalhou no Yahoo!, no jornal USA Today e no conglomerado de publicidade IPG Mediabrands (dono da McCann-Erickson). Outras mulheres na lista em 2017 foram Kelly Abcarian, vice-presidente da consultoria Nielsen; Pam Bertino, no mesmo cargo na Pop TV (canal da CBS); Carol Hinnant, VP de televisão da empresa de medição de audiência comScore; e Vicki Jones, diretora de atendimento da AT&T. A revista Multichannel News cobre o mercado de mídia norte-americano e existe desde 1980.