A agência de notícias russa TASS anunciou que vai sediar uma reunião com os presidentes e CEOs das maiores agências internacionais de 24 países durante o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (SPIEF, na sigla em russo e em inglês), que acontece de quinta a sábado (16 a 18 de junho de 2016) nessa cidade.

Segundo a TASS, estarão presentes o vice-presidente da Associated Press (EUA), John Daniszewski; o vice-presidente da Xinhua (China), Siyang Liu; o presidente da ANSA (Itália), Giuseppe Cerbone; o diretor-executivo da Kyodo (Japão), Hiroki Sugita; o presidente da Canadian Press (Canadá), Malcolm Kirk; além de Serguei Mikhailov, presidente da própria TASS.

No dia 17, sexta-feira, haverá uma mesa de debate com o tema “Tecnologias mais recentes x Jornalismo tradicional: a inteligência artificial ameaça a profissão do jornalismo?”, com a participação do CEO da Press Association (Reino Unido), Clive Marshall, e o vice-diretor-geral da TASS, Mikhail Gusman.

De acordo com a agência russa, os participantes vão discutir como o trabalho dos jornalistas nas agências é afetado pelas novas tecnologias, particularmente a inteligência artificial e análise de big data.

O programa oficial do evento questiona:

“Scripts automáticos para escrever produtos jornalísticos baseados em processamento de dados brutos estão sendo amplamente utilizados por dezenas de empresas ao redor do mundo, e estes robôs de escrever notícias não precisam de férias nem de fins de semana, nunca perdem prazos e geram conteúdo pronto por uma fração dos custos. A que distância estamos do dia em que máquinas terão capacidade de realizar apurações jornalísticas e escrever matérias de análise? Será que estamos às portas de uma nova era em que os seres humanos não serão mais necessários para fazer o trabalho de um jornalista?”

Agências de grande porte como a Associated Press e a Reuters, vêm investindo em tecnologias para que programas de computador consigam escrever sozinhos matérias jornalísticas, a partir de dados brutos como resultados de bolsas de valores e previsão do tempo.

O SPIEF acontece todos os anos na antiga capital russa e reúne tanto empresas multinacionais (Mercedes-Benz, Samsung, Nokia, GlaxoSmithKline) quanto russas, como Rosneft, Gazprom, Rosseti, bancos Sberbank, VTB e VEB. No evento, os empresários e executivos discutem temas como desenvolvimento sustentável e promoção de investimentos. O tema de 2016 será “Capitalizar a nova realidade econômica global” e a palestra de abertura será do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

Em outubro, o quinto Congresso Mundial de Agências de Notícias (NAWC, em inglês) será sediado em Baku, na antiga república soviética do Azerbaijão.