A agência alemã DPA anunciou que concentrará a produção de seu serviço de notícias em inglês em duas metrópoles da Europa e Oceania. A partir do verão de 2016 (no hemisfério Norte, inverno por aqui), a cobertura de notícias será planejada, editada e publicada em Berlim e em um novo local editorial, Sydney, na Austrália. Os escritórios DPA em Bangcoc, na Tailândia, e em Washington, nos Estados Unidos, permanecerão com correspondentes, mas o serviço internacional deixará de ser editado nestas localidades.

De acordo com nota publicada no site da agência, o objetivo de reduzir a edição para dois locais é de melhorar a coerência do serviço de notícias, dessa forma, fortalecendo ainda mais os produtos de DPA em inglês. A empresa acredita que, com a concentração da equipe editorial em Berlim e Sydney, a agência oferecerá aos clientes conteúdo melhor produzido. Entre as vantagens citadas está a diferença de fuso horário favorável.

A decisão foi tomada após uma experiência: desde 2014 , a equipe editorial da “AP Weltnachrichten” (serviço oferecido pela DPA com o conteúdo da Associated Press em alemão) foi dividida entre Berlim e Sydney e obteve bons resultados, segundo a agência. O serviço utilizou o escritório da agência de notícias australiana AAP (Australian Associated Press), onde produziam conteúdo no período em que na Europa é noite. Ou seja, localização e a possibilidade de um serviço ininterrupto

A região Ásia-Pacífico e a América do Norte continuarão a ser pontos importantes de cobertura da agência, além da Europa, Oriente Médio e África e a cobertura esportiva internacional. O serviço da DPA internacional em inglês conta com cerca de 100 correspondentes. A agência distribui notícias em inglês desde 1957. A agência alemã se dedica à produção e distribuição de conteúdo multimídia em 100 países.