A agência espanhola EFE vai inaugurar nesta terça-feira, 15 de março, um museu em Madri dedicado à história da empresa.

Pela sua conta oficial, no Twitter (@agenciaefe), a EFE informou que abrirá o espaço no mesmo dia da entrega do Prêmio EFE Cultura.

MuseoEFE 2O museu, também chamado de “Casa de las Noticias“, ficará na nova sede central da agência, na Avenida de Burgos, zona norte madrilenha, inaugurada em 2012.

O presidente da EFE, José Antonio Vera, disse que o museu pretende ser “um centro de encontro da profissão jornalística”.

O projeto vem sendo desenvolvido desde o ano passado pela equipe da agência e será dirigido pelo jornalista Francisco “Paco” Pardo, ex-delegado da agência nas Ilhas Canárias e co-autor dos livros “Antología del Disparate Judicial” e “La Justicia y sus Puñetas”.

O acervo será composto por fotografias, vídeos e equipamentos históricos da agência espanhola, fundada em 1939, ao final da guerra civil no país. O nome, “EFE”, não é uma sigla, mas uma referência às iniciais de Fabra, Faro e Febus – as três agências antecessoras que se fundiram para formar a empresa (ou, como se conta à boca pequena, às iniciais de Francisco Franco, o ditador fascista espanhol).

Dali bengala EFE

Entre as preciosidades expostas, estarão imagens da Guerra Civil Espanhola, a foto de Manuel López Contreras que mostra Salvador Dalí divagando com o queixo apoiado em sua bengala, ou a foto manipulada de Hitler ao lado de Franco.

Parte do material já tinha sido usada na série de exposições em cidades espanholas que marcaram o aniversário de 75 anos da agência, em 2014.

Será o primeiro museu da Espanha dedicado a um tema da comunicação. Em Portugal, na cidade de Sintra, já existe o NewsMuseum, também aberto este mês.

O museu da EFE  também já tem uma conta no Twitter, disponível em https://twitter.com/museoefe