A agência France-Presse (AFP) anunciou que vai abrir um escritório em Pyongyang, capital da Coreia do Norte, tornando-se a segunda agência de notícias global a estabelecer presença no país, segundo o blog oficial da própria empresa.

A agência francesa assinou em Paris um acordo com a KCNA (Agência de Notícias Central Coreana), estatal norte-coreana, permitindo à AFP abrir um escritório no país onde poucas empresas jornalísticas estrangeiras mantêm bases fixas de operações. A previsão é de que o escritório começará a funcionar em meados de 2016.

“A abertura de uma sucursal da AFP em Pyongyang no futuro próximo vai ajudar a expandir a rede internacional da agência”, disse o executivo-chefe e presidente da AFP, Emmanuel Hoog, citado pelo blog. “A AFP precisa estar presente em todo o mundo para cumprir sua missão de dar notícias, tanto quanto possível, especialmente por meio de imagens”, acrescentou.

O escritório em Pyongyang vai produzir fotos, vídeos e também texto.

A equipe terá dois funcionários norte-coreanos fixos que vão trabalhar sob supervisão da sede regional da AFP na Ásia, em Hong Kong, e em colaboração estreita com uma equipe de correspondentes da AFP que serão selecionados para fazer viagens regulares ao país asiático.

Apenas algumas empresas estrangeiras de jornalismo têm escritórios na capital norte-coreana, incluindo a agência de notícias Associated Press (dos EUA), a Kyodo (do Japão) e a Xinhua (da Chinha).